A influência do funcionalismo no Serviço Social.



Começamos a apresentação das correntes de pensamento que mais influenciaram o Serviço Social, começando com a perspectiva funcionalista que entende que a sociedade é explicada em termos de funções realizadas por instituições.


É uma corrente sociológica associada à obra de Émile Durkheim . É considerado um dos pais da Sociologia Moderna, foi graças à sua atuação sistemática desse pensador que a Sociologia penetrou nas universidades e garantiu o status de disciplina acadêmica.


Para a corrente funcionalista, os fenômenos sociais deveriam ser explicados por técnicas sociais também. A sociedade era estruturada em pilares e interpretada pelo fato social .


Esta visão é portanto sistêmica, observando quais os fatores que unem as diferentes partes que compõem a sociedade formando um grande sistema, como uma máquina e suas diferentes peças e engrenagens.



O fato social é exterior, na medida em que existe antes do próprio indivíduo, e coercitivo , na medida em que a sociedade impõe regras sem o consentimento prévio do indivíduo .


O funcionalismo foi importante para refutar teorias como o evolucionismo e o difusionismo, que dominava a antropologia americana e britânica da época.


Os funcionalistas priorizavam a descoberta dos fatos, a existência material; a realidade dos eventos deveria ser encontrada em suas manifestações no presente, por isso a importância do trabalho de campo e da observação participante.


Essa teoria foi muito influente nos anos 1960 e 1970, porém sofreu muitas críticas, principalmente por não conseguir explicar a complexidade da sociedade e de seus atores. Para outros, como os teóricos marxistas, o funcionalismo produzia análises estáticas e conservadoras, que não contribuíam para mudar o status quo.


Baixe aqui seu mapa sobre a influencia do funcionalismo.


Funcionalismo
.pdf
Download PDF • 385KB

Acompanhe minhas redes sociais @mapasmentaissocial

2.020 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo