top of page

Como elaborar um relatório social


Um relatório social é um documento elaborado por assistentes sociais, que tem como objetivo avaliar a situação de um indivíduo, família ou comunidade, considerando aspectos sociais, econômicos e culturais. Aqui estão os passos de como elaborar um relatório social:

1. Identificação

  • Nome do assistente social: Nome completo do profissional responsável pelo relatório.

  • Data: Data de elaboração do relatório.

  • Instituição: Nome da instituição ou órgão responsável pelo relatório.

  • Nome do atendido: Nome completo da pessoa ou família atendida.

  • Dados pessoais: Informações como idade, estado civil, endereço, entre outros.

2. Objetivo

  • Descrever o objetivo do relatório, ou seja, o motivo pelo qual está sendo realizado. Por exemplo, avaliação de condições socioeconômicas, análise de dinâmica familiar, etc.

3. Metodologia

  • Explicar os métodos e técnicas utilizados para a coleta de dados, como entrevistas, visitas domiciliares, análise de documentos, entre outros.

4. Histórico

  • Apresentar um breve histórico da situação do atendido, incluindo informações sobre a composição familiar, condições de moradia, saúde, educação, trabalho, entre outros aspectos relevantes.

5. Situação Atual

  • Analisar a situação atual do atendido, identificando os principais problemas e necessidades. Esse diagnóstico deve ser embasado nas informações coletadas e na interpretação crítica do assistente social.

6. Intervenção

  • Descrever as ações já realizadas pela equipe de serviço social ou por outros profissionais envolvidos, bem como as intervenções planejadas para o futuro. Incluir recomendações e encaminhamentos necessários.

7. Conclusão

  • Resumir os principais pontos do relatório, reforçando o diagnóstico social e as propostas de intervenção. É importante que a conclusão seja clara e objetiva.

8. Referências

  • Incluir as fontes de informação utilizadas na elaboração do relatório, como documentos oficiais, artigos acadêmicos, entre outros.

9. Assinatura

  • O relatório deve ser assinado pelo assistente social responsável, com seu número de registro no conselho profissional.

Identificação - Nome do Assistente Social: Maria Silva - Data: 01 de julho de 2024 - Instituição: Centro de Referência de Assistência Social (CRAS) - Nome do Atendido: João Pereira - Dados Pessoais: 45 anos, casado, residente na Rua das Flores, nº 123 Objetivo O objetivo deste relatório é avaliar a situação socioeconômica de João Pereira para subsidiar sua solicitação de benefício assistencial. Metodologia Foram realizadas entrevistas com o atendido e sua família, visitas domiciliares e análise de documentos. Histórico João Pereira vive com sua esposa e dois filhos em uma casa alugada. Ele está desempregado há seis meses e a família depende da renda da esposa, que trabalha como faxineira. Diagnóstico Social A família enfrenta dificuldades financeiras significativas, com risco de despejo devido ao atraso no pagamento do aluguel. As crianças apresentam deficiências nutricionais e dificuldades escolares. Intervenção Foram encaminhados para programas de auxílio emergencial e orientados sobre vagas de emprego na região. Planeja-se acompanhamento mensal para avaliação contínua das necessidades da família. Conclusão A situação de João Pereira é de vulnerabilidade social, necessitando de intervenções contínuas para garantir a segurança alimentar e moradia da família. Referências - Documentos fornecidos pelo atendido - Entrevistas realizadas com a família Assinatura Maria Silva Assistente Social, CRAS Registro: 123456

Os conectivos são palavras ou expressões que estabelecem relações lógicas entre as frases, orações e parágrafos de um texto, contribuindo para a coesão e coerência do discurso. Eles são essenciais para a fluidez do texto e ajudam a guiar o leitor através das ideias apresentadas, como elaborar um relatório social. Aqui estão alguns tipos de conectivos e como usá-los:

1. Conectivos de Adição

Usados para adicionar informações ou ideias.

  • E: "Fui ao mercado e comprei frutas."

  • Além disso: "O curso é interessante. Além disso, é gratuito."

  • Também: "Ela estudou para a prova. Também fez exercícios extras."

  • Ainda: "Ele trabalha e ainda estuda à noite."

2. Conectivos de Contraste

Usados para apresentar ideias opostas ou contrastantes.

  • Mas: "Gostaria de sair, mas está chovendo."

  • Porém: "Ele é competente, porém muito teimoso."

  • No entanto: "Estava cansado. No entanto, continuou a trabalhar."

  • Contudo: "A viagem foi longa. Contudo, valeu a pena."

3. Conectivos de Causa

Usados para indicar a razão ou causa de algo.

  • Porque: "Ele foi promovido porque trabalhou duro."

  • Pois: "Não saímos, pois estava chovendo."

  • Já que: "Vamos começar, já que todos chegaram."

  • Visto que: "Ela não veio, visto que estava doente."

4. Conectivos de Consequência

Usados para indicar o resultado ou consequência de algo.

  • Portanto: "Estudou bastante. Portanto, passou no exame."

  • Assim: "Ele se dedicou ao projeto. Assim, conseguiu concluí-lo a tempo."

  • Por isso: "Ela estava cansada. Por isso, foi dormir cedo."

  • Logo: "Choveu muito. Logo, o jogo foi cancelado."

5. Conectivos de Tempo

Usados para indicar a sequência temporal das ações.

  • Antes: "Antes de sair, desligue as luzes."

  • Depois: "Terminamos o trabalho. Depois, fomos almoçar."

  • Enquanto: "Enquanto ele trabalhava, ela estudava."

  • Em seguida: "Ele terminou a prova. Em seguida, entregou ao professor."

6. Conectivos de Conclusão

Usados para introduzir uma conclusão ou resumo.

  • Em resumo: "Em resumo, o projeto foi um sucesso."

  • Concluindo: "Concluindo, devemos continuar com a estratégia atual."

  • Finalmente: "Finalmente, conseguimos resolver o problema."

  • Portanto: "Ele se dedicou ao máximo. Portanto, merece a promoção."

7. Conectivos de Exemplificação

Usados para introduzir exemplos que ilustram a ideia apresentada.

  • Por exemplo: "Algumas frutas são ricas em vitamina C, por exemplo, a laranja e o kiwi."

  • Como: "Países como Brasil e Argentina são famosos pelo futebol."

  • A saber: "Muitos países, a saber, França e Itália, têm uma rica tradição cultural."

8. Conectivos de Comparação

Usados para estabelecer comparações entre ideias.

  • Como: "Ele é tão inteligente como seu irmão."

  • Tal qual: "Ela dançava tal qual uma profissional."

  • Assim como: "Assim como o pai, ele é médico."

  • Da mesma forma: "Ela reagiu da mesma forma que eu."

Exemplo de Uso de Conectivos em um Texto

A sustentabilidade é um tema cada vez mais relevante. Além disso, muitas empresas estão adotando práticas ecológicas. Porém, nem todas as ações são eficazes. Por exemplo, o uso de materiais recicláveis é uma excelente iniciativa, no entanto, deve ser acompanhado de um sistema eficiente de reciclagem. Portanto, é essencial investir em educação ambiental. Em resumo, a sustentabilidade depende da colaboração de todos.


Super Combo da Assistente Social, todos os materiais do site Mapas mentais social por um preço baixo! Clique aqui e adquira.


26 visualizações0 comentário

تعليقات


bottom of page