top of page

Resenha "Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: Esboço de uma Interpretação Histórico-Metodológica", de Marilda Iamamoto e Raul de Carvalho.


Relações Sociais e Serviço Social

Neste post, resenharei o livro "Relações Sociais e Serviço Social no Brasil: Esboço de uma Interpretação Histórico-Metodológica", de Marilda Iamamoto e Raul de Carvalho. A obra é uma referência fundamental para os assistentes sociais brasileiros, explorando a relação entre a profissão e as relações sociais no contexto histórico do país.

Contexto Histórico e Social O livro foi publicado pela primeira vez em 1982, em um período de intensas transformações políticas no Brasil, no contexto da abertura democrática após a ditadura militar. Esse cenário influenciou profundamente as análises e propostas dos autores, que buscaram entender o papel do Serviço Social em uma sociedade marcada pelas profundas desigualdades e pela luta por direitos sociais.

Pontos-chave

O livro oferece uma análise abrangente da história do Serviço Social no Brasil, desde suas origens até os desafios contemporâneos. Os autores examinam como a profissão se desenvolveu em resposta às desigualdades sociais e às políticas públicas brasileiras.

Um dos pontos fortes da obra é a ênfase nas relações sociais como base do trabalho do assistente social. Os autores demonstram como a compreensão das relações de poder, das classes sociais e das estruturas sociais é essencial para a prática profissional.

Contribuições para a prática

"Relações Sociais e Serviço Social no Brasil" oferece diversas contribuições para a prática profissional:

  • Análise crítica das políticas sociais: Os autores exploram a relação entre as políticas públicas e a sociedade brasileira, destacando como estas são formuladas e implementadas, e quais são seus impactos na vida das pessoas. O livro fornece ferramentas para que os assistentes sociais analisem criticamente as políticas sociais e seu impacto na vida das pessoas.

A análise destaca o papel fundamental do Estado na formulação e implementação das políticas sociais. Os autores criticam as políticas neoliberais que defendem a diminuição da participação do Estado e a valorização do mercado. O livro examina os impactos das políticas sociais na vida das pessoas, com foco nas desigualdades sociais e na exclusão social. Os autores criticam as políticas que reproduzem e aprofundam estas desigualdades.

  • Compreensão das relações sociais: A obra aprofunda a compreensão das relações sociais, permitindo que os profissionais atuem de forma mais eficaz junto aos usuários.

  • Valorização do trabalho do assistente social: O livro destaca a importância do trabalho do assistente social na construção de uma sociedade mais justa e igualitária.

A obra não apenas nos desafia a refletir criticamente sobre nosso papel na sociedade, mas também nos inspira a agir de maneira mais consciente e engajada. Que possamos, juntos, continuar trilhando o caminho da transformação social, guiados pelas reflexões e ensinamentos desta obra monumental.

Exemplo de aplicação na prática:

Um assistente social que atua em um centro de referência da assistência social (CRAS) pode utilizar a análise crítica das políticas sociais para:

  • Compreender as causas da pobreza e da exclusão social que afetam as famílias atendidas pelo CRAS, relacionando-as às políticas sociais existentes.

  • Analisar criticamente os programas sociais oferecidos pelo CRAS, identificando suas potencialidades e limitações para atender às necessidades dos usuários.

  • Defender os direitos dos usuários junto aos órgãos responsáveis pela implementação das políticas sociais, exigindo melhores condições de atendimento e a garantia de seus direitos.

Para aprofundar seus conhecimentos:

29 visualizações0 comentário

Comments


bottom of page