top of page

Serviço Social e José Paulo Netto


José Paulo Netto: um pensador fundamental para o Serviço Social brasileiro

José Paulo Netto é um dos principais pensadores do Serviço Social brasileiro. Suas obras, sobretudo "O Capital da Crítica" e "Capitalismo Monopolista e Serviço Social", são referências obrigatórias para os profissionais da área.

Netto nasceu em 1947, em Vitorino Braga, Minas Gerais. Formou-se em Serviço Social pela Universidade Federal de Juiz de Fora e em Direito pela Universidade Gama Filho. Foi professor titular da Universidade Federal do Rio de Janeiro e da Pontifícia Universidade Católica de São Paulo.

Netto é um marxista convicto. Sua obra é marcada pela crítica ao capitalismo e pela defesa do socialismo. Ele entende que o Serviço Social é uma profissão comprometida com a transformação social.

Para Netto, o Serviço Social surgiu no contexto da consolidação do capitalismo monopolista. Sua função original era a de controlar os conflitos sociais e garantir a reprodução da ordem capitalista.

No entanto, Netto defende que o Serviço Social pode ser um instrumento de luta pela emancipação social. Para isso, é preciso que os assistentes sociais se engajem na luta contra a exploração e a opressão.

Netto é um pensador essencial para o Serviço Social brasileiro. Sua obra contribui para a construção de um Serviço Social crítico e comprometido com a transformação social.

Algumas contribuições de José Paulo Netto para o Serviço Social:

  • A crítica ao capitalismo: Netto defende que o Serviço Social é uma profissão que surgiu no contexto da consolidação do capitalismo monopolista. Sua função original era a de controlar os conflitos sociais e garantir a reprodução da ordem capitalista.

  • A defesa do socialismo: Netto é um marxista convicto. Sua obra é marcada pela crítica ao capitalismo e pela defesa do socialismo. Ele entende que o Serviço Social é uma profissão comprometida com a transformação social.

  • A importância da teoria: Netto defende que o Serviço Social deve ser fundamentado em uma sólida teoria. Para ele, a teoria é essencial para a compreensão da realidade social e para a construção de um projeto de transformação social.

  • A autonomia profissional: Netto defende a autonomia profissional dos assistentes sociais. Para ele, os assistentes sociais devem ter liberdade para atuar de acordo com seus princípios e valores.

Super Combo - Todos os ebooks do site por um super desconto!

O Super Combo que você sempre quis. Vem com materiais em PDF, coloridos em formato de mapas mentais e leis ilustradas, listados abaixo:

Estatuto da Pessoa Idosa em Mapas Mentais

SUS em Mapas Mentais

Política Nacional do Idoso

Loas Ilustrada

LDB Ilustrada

Lei do SUS com ilustrações

Código de Ética do(a) Assistente Social

Estatuto da Criança e Adolescente -ECA em mapas mentais

Sistema de Garantia de Direito da criança e adolescente vítima ou testemunha de violência.

Guia de Estudo CREAS

Caderno de Orientações -Centro Dia

Medidas Socioeducativas em Meio Aberto LA e PSC

Segurança na Acolhida Assistência Social

CRAS, benefícios eventuais e trabalho,

Trabalho Social com famílias no SUAS

Programa de Erradicação do Trabalho Infantil;

Fundamentos Históricos e metodológicos do Serviço Social

Serviço Social na Contemporaneidade;

Dicionário da Assistência Social;

Dicionário do SUS;

Filosofia Facilitada.

100 questões de Concursos Fundamentos históricos teóricos e metodológicos do Serviço Social

Serviço Social e Saúde Mental.

Saúde Prefeituras para Concurso;

Gestão do SUS para Concurso;

Código de ética do(a) Assistente Social- Em mapas mentais;

Fundamentos Históricos e Metodológicos do Serviço Social em Mapas Mentais versão 2;

Caderno de Resoluções e Orientações Normativas do CFESS;

Gramsci e o Serviço Social.

LOAS em mapas mentais

Lei Henry Borel

Lei Menino Bernardo

Lei da Escuta Protegida

101 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comments


bottom of page